terça-feira, 23 de janeiro de 2018

RC #36: APENAS CRENTE OU UM DISCÍPULO DE JESUS CRISTO?


por Apóstolo Jota Moura



Você sabe a diferença entre ser apenas um crente e um verdadeiro discípulo de Jesus Cristo? Parece ser a mesma coisa, não é?

Há diferenças fundamentais entre ser apenas crente ou ser um discípulo de Jesus Cristo.

O crente espera pães e peixes; o discípulo é um pescador.



O crente luta por crescer; o discípulo de reproduz.

O crente vale porque soma; o discípulo vale porque multiplica.

O crente acha que o sermão deveria ser mais evangelístico;

O discípulo prega o evangelho do Senhor Jesus Cristo.

O crente se ganha; o discípulo se faz; o membro gosta de afago;

O discípulo, do sacrifício pela causa de Cristo.

O crente entrega parte de seus desejos; o discípulo entrega toda a sua vida.

O crente é contribuinte; o discípulo é dizimista e ofertante.

O crente espera que lhe apontem a tarefa; o discípulo toma a responsabilidade para si.

O crente, quase sempre murmura e reclama; o discípulo é obediente e nega-se a si mesmo.

O crente reclama que não o visitam; o discípulo visita.

O crente vê problema; o discípulo traz solução.

O crente sonha com a igreja ideal; o discípulo se entrega para fazer a igreja real.

O crente solicita orações por suas necessidades; o discípulo tem uma vida de oração.

O crente deseja um culto mais envolvente; o discípulo adora a Jesus Cristo como Senhor.

O crente entende que a igreja é a casa do pai; o discípulo faz de sua casa um santuário de Deus.

O crente está envolvido na política eclesiástica; o discípulo está envolvido com a Palavra de Deus.

O crente da igreja sabe que Deus está nele; o discípulo sabe que Deus está nele para o outro.

O crente da igreja é valioso; o discípulo de Jesus Cristo é indispensável.

O crente diz: “Que bonito!” o discípulo diz: “Eis me aqui!”.

O crente deseja ter a luz para enxergar o caminho; o discípulo é a Luz do mundo.

O crente deseja uma igreja vibrante; o discípulo é parte dela.

O crente é um soldado de defesa; o discípulo é um invasor da defesa inimiga.

O crente é condicionado pelas circunstâncias; o discípulo as aproveita para exercer a fé.

O crente é criatura de Deus tentando se convencer que é convertido a Cristo, que o tem no coração. No entanto, NUNCA o convidou para entrar nele. É sócio domingueiro de um clube chamado Igreja, é convencido e religioso.

O DISCÍPULO, na condição de criatura de Deus, confessou o Senhor Jesus Cristo, a salvação e converteu-se a Cristo, tornando-se verdadeiramente filho de Deus, herdeiro do Reino de Deus. Por isso é chamado de Cristão. Deixou a velha natureza pecaminosa e faz todo esforço, com a ajuda do Espírito Santo para viver em obediência, prática e intimidade com Cristo.

Só uma questão a mais: você é apenas um crente de igreja ou um discípulo fiel de Jesus? Um Crente Comum ou um Discípulo Cristão comprometido com o Reino?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O JEJUM DE DANIEL – 21 DIAS DE ORAÇÃO Ap. Jota Moura Nisto consiste os 21 dias do jejum de Daniel: “E disse mais Daniel: ...q...